domingo, dezembro 18, 2011


Um dia apaixonas-te por um certo rapaz.  E ele toca-te levemente com os dedos. Queima pedacinhos na tua pele com os seus lábios. E doi-te quando olhas para ele. Doi-te quando não o vês. E parece que alguém cortou-te a meio com um irregular pedaço de vidro rachado da mesma maneira que tu ...

5 comentários:

p i disse...

Concordo totalmente com o teu texto, é a mais pura das verdades e acontece quando encontramos "aquele" rapaz!

Beijinho, Pi.

Cath disse...

mas o amor não traz apenas dor.

Sayuri Okamoto disse...

Lindo e tão profundo, dolorido, e deprimente...mas, totalmente real...

beijos

cláudia disse...

são feridas abertas que custam a sarar, mas tem cura, sempre (:
força *

Sofia ☮ disse...

e também irá chegar o dia em que irás saber ser superior a tudo o que acontece com rapazes, e irás apenas saber se feliz