domingo, dezembro 18, 2011


Sentes-te vazia. Não sabes ao certo porquê.  Sentes um buraco no estômago, um peso no peito, um pensamento que foge da mente  e que não consegues alcançar. Enquanto sentes-te ser arrastada, perdes o fôlego. Engasgas-te. A inquietante sensação invade-te os pulmões, apodera-se do teu corpo, coração e intelecto. O pânico percorre todo o teu sistema nervoso, numa mistura de ansiedade e  torrente de lágrimas. E, de repente, estás entorpecida.

1 comentário:

Cath disse...

tens de voltar a descobrir o seu lado mais doce. está sempre presente!
muito obrigada :)