domingo, dezembro 25, 2011

problema de expressão.


Os sentimentos são, para mim, um dos factores mais importantes e, por conseguinte, extremamente complicados de definir ou expressar. São os sentires que te fazem corar e afundares-te em uma infundada vergonha porque as palavras não lhes fazem justiça - os vocábulos reduzem afectos que parecem infinitos quando os guardas no coração ao tamanho de algo insignificante assim que são expostos. Mas eu acredito que se trata de mais do que apenas isto. As emoções mais importantes resguardam-se demasiado perto do lugar onde enterraste o teu coração secreto, como pistas que escondes porque levam-te a um tesouro que os teus inimigos adorariam roubar. E, se confiares demasiado, fazes revelações que te podem custar pequenos cortes no interior que tanto quiseste salvaguardar, e á medida que o sangue escorre dolorosamente, apercebes-te então que te enganaste. As pessoas olham para ti de uma maneira diferente, ousaria eu dizer, peculiar até. Não conseguem entender nada do que arrancaste da tua profunda alma e expressaste por meio de confusas palavras. Perdem-se nas suas próprias questões e recusam-se a compreender porque esses sentimentos eram assim tão importantes para ti a ponto de não conseguires conter as rebeldes lágrimas enquanto pronunciavas a sua essência. É a pior sensação, juro-vos. Quando sentes-te obrigada a ocultar nas profundezas da tua mente o que te atormenta o coração, não por não quereres contar, mas porque te falta alguém que te compreenda...

2 comentários:

joanaf disse...

obg linda, escreves muito bem. feliz natal

Inês Sofia disse...

gosto muito , vou seguir
segue o meu , se quiseres :D
beijão ^^