sábado, dezembro 24, 2011

corpo literário


Ultimamente, não consigo, mesmo que as tentativas sejam sucessivas e inúmeras, expressar-me correctamente. Apenas não consigo e no decorrer de alguns segundos, acredito que não sou, de todo, capaz de o fazer. Toda e qualquer vez que tento dizer algo, acabo por perder-me em significados e sou arrastada por palavras soltas. Ou isso ou termino por dizer o oposto do que realmente queria. Tento e tento mas, a cada tentativa, somente consigo deixar os pensamentos ainda mais confusos. Por vezes, nem consigo recordar o que queria dizer quando me senti inicialmente inspirada e comecei a escrever. Sinto, em determinados momentos, como se o meu corpo literário estivesse dividido em duas partes e uma delas perseguisse a outra para lhe drenar a capacidade de escrita coerente. Corremos sempre em círculos. A minha outra parte detém os vocábulos acertados, mas nunca a consigo alcançar.

1 comentário:

nicolemorais disse...

oh, obrigada, minha querida. e olha, sinto-me exatamente como tu aqui descreves. às vezes são somente fases.