quinta-feira, dezembro 15, 2011

amores solitários.



Eu gostava tanto de fazer parte de ti, de contribuir para esses sorrisos que alimentam a tua alma e aquecer-te as mãos nas noites frias. Ser uma parte de ti, por mais infíma que fosse, acrescentaria calor ao meu coração e encher-me-ia a alma desprovida de amor. 
No entanto, como posso eu comparar-me a quem pertence ao teu mundo? Como posso eu chegar devagarinho até ti e sussurrar-te que desejava ficar e abraçar-te sempre que te sentisses pequenino? Que palavras usaria para argumentar que os teus penetrantes olhares entranharam-se em mim e não querem sair? Como posso eu explicar-te que o meu intimo quer afagar o teu nesta distância que ainda existe entre nós?
Nunca soube como afastar medos e derrubar barreiras para chegar a quem, com um simples gesto, me faz sentir mais segura. Acreditar que um sentir assim, poderia um dia irromper pelo teu cerne e que a intensidade desse mesmo sentir fizesse-te chegar a mim enquanto eu me perco nestas dilacerantes dúvidas, é a ilusão que não quero acalentar. As tuas palavras e olhares podem ser meras distracções que utilizas neste roubar-me a alma que pretendes concretizar para, posteriormente, derrubares-me o frágil interior e carcomeres o mesmo com o teu recém-adquirido desprezo.
Não, prefiro agora começar a crer que um sentir mútuo nunca se envolverá em mim. Estou destinada desde sempre a remoer amores solitários e a perder-me nas lágrimas que a saudade acarreta. Um sentimento reciproco nunca se encostou á minha alma e termino esta noite a saber que nunca o fará. Deste modo, as desfazadas desilusões que tu me causarás, não serão o rasgar definitivo desta amargurada e agridoce alma...

12 comentários:

Saraaaa * disse...

adoroooooo *.*

mariana de lemos disse...

obrigada :)

nicolemorais disse...

sabes, por muito que tenhas tido (um exemplo) cinco amores não correspondidos, haverá um que te surpreenderá, haverá sempre alguém que te fará acreditar no amor de novo, de uma forma que desconhecias. vais sentir-te amada!

nicolemorais disse...

não tem qualquer problema focares-te numa só pessoa, se é isso que te faz sentir bem. ao menos libertas o que sentes, mostras o que vai no teu coração. isso é mais importante do que escreveres para várias pessoas. provavelmente não escrevias com o mesmo sentimento :)

simple writer disse...

oh obrigado. Gosto imenso do blog. é preciso é calma . Tens imenso jeitooo! *

Dário Rodrigues disse...

Preciso de arranjar-te uma editora... tens qualidade para estar para além da blogosfera.

Beijo

Dário Rodrigues disse...

Não precisas mentir. EhEh Sabes bem que os teus textos têm uma qualidade elevada, estão acima dos meus.

Beijoca

MARIANNE disse...

compreendo tão bem esse teu último parágrafo. olha, está muito bonito e obrigada por me seguires.

rafaela duarte disse...

sigo-te também com todo o gosto!

Um brasileiro disse...

oi. estive aqui. muito legal. apareça por la. abraqços.

Anjo Selvagem disse...

Por vezes, desejamos tanto fazer parte do mundo de alguém que ficar apenas num cantinho desse mundo, enche-nos o coração de felicidade :)
Mais uma vez, Parabéns pela escrita... É LINDAAA!

Ana Oliveira disse...

"Como posso eu explicar-te que o meu intimo quer afagar o teu nesta distância que ainda existe entre nós?" adorei :/