sexta-feira, dezembro 16, 2011

alma repartida.


És alma repartida. Perdes-te em devaneios nocturnos e entregas pedaços de ti que apenas vislumbro ao longe. Por mais que assim o deseje, não me cabe uma parte do teu cerne e afundo-me neste veneno que me estraga o sorriso e aperta o coração. Á distância guardo retalhos do teu rosto e prendo esse aroma viciante no meu íntimo. Não posso demonstrar como me sinto e assim, roubo os pedaços que não me dás para que a minha memória descanse e deste modo, não me exija demasiado do fascínio que aprendeste a ser, contra a minha vontade, em mim...

2 comentários:

Sofia ☮ disse...

não deixes que nada te faça sentir mal, e muito menos ninguém, pensa em ti e que tens de ser feliz ! :)

paula maria disse...

nunca te leves abaixo princesa, be strong <33