segunda-feira, janeiro 09, 2012


O sofrimento manifesta-se de diversas formas : uma dor que se assemelha a uma pequena picada de insecto seguida por alguma dormência na zona infectada; uma dor casual, ou ainda, as dores que nos acompanham diariamente sem que demos por isso. Existe também o tipo de dor que não conseguimos de forma alguma, ignorar: um nível de dor tão intenso que bloqueia qualquer outro sentir e que  parece provocar o desaparecimento do mundo inteiro até atingirmos um ponto em que só conseguimos pensar em como doí. Demasiado. A maneira de lidar com essa dor que nos dilacera os sentidos depende apenas e exclusivamente de nós. Dor. Sofrimento. Angústia. Terror. Tortura. Nós anestesiamos os afectos, lidamos com eles, aceitamo-los, ignoramo-los... Mas para alguns de nós, a melhor maneira de lidar com a dor é simplesmente aguentar mais um dia com a mesma alojada no peito.

5 comentários:

Leonor disse...

o objectivo é não viver magoada, tentar passar por cima de todos os obstaculos :) força *

Leonor disse...

o objectivo é não viver magoada, tentar passar por cima de todos os obstaculos :) força *

nicolemorais disse...

há momentos em que eu não consigo ultrapassar a dor e então habituo-me a ela. espero que não faças o mesmo.

catarina disse...

temos de nos distrair a fazer aquilo que mais gostamos para não pensarmos na dor que estamos a sentir - ela acaba por ir embora mais cedo ou mais tarde. força querida *

Sofia ☮ disse...

á um tempinho que não escreves algo feliz princesa :x