domingo, janeiro 08, 2012


O sentimento a que apelidam de amor não surge de repente. Entranha-se em ti aos poucos e poucos sem que te apercebas e gradualmente, modifica a tua vida por completo.  Este sentir tão imperfeito pinta de todas as  cores os teus momentos de angústia e apodera-se de todos os teus sonhos. Controla cada respirar irreflectido e povoa todos os pensamentos antes que consigas impedir o seu rumo. Sem que dês por isso, começas a sentir-te mais leve e a andar sobre as nuvens enquanto observas a tua antes cinzenta existência transformada em tons brilhantes e as sombras que antes pairavam diante ti, extinguem-se. Mas, oposta a toda esta ternura existe uma face obscura que nunca é revelada. O amor acarreta, de uma forma inexplicável, uma doce agonia, uma tortura extenuante porém deliciosa...

5 comentários:

Ana Oliveira disse...

Following.

margarida disse...

está lindo :)

Vanessa Campos disse...

gostei e segui, se quiseres passa no meu { http://omeuverdadeirosentido.blogspot.com/ }.
Beijinhos (:

Blake disse...

Amei o texto! Final perfeito...

Adorei o blog! Seguindo aqui já e convido você a conhecer e seguir o Sook também.
BjO
http://the-sook.blogspot.com/

Catarina disse...

Gosto mesmo do teu blolg :)