domingo, janeiro 28, 2007

Mais infinito



28 de janeiro de 2007, 21h48

Se escrever aqui que quero desaparecer contigo, não me leves a mal. É a solidão. Apenas e só a solidão. Depois há aquela falha. Que não a tenho, mas sinto. Deixa lá, é o peito. E a solidão.

2 comentários:

gary198378 disse...

Hello! You have a very nice blog! I'm here to share valuable info with you visit my blog,about Mozilla Firefox web browser.

Anónimo disse...

necessario verificar:)