terça-feira, julho 18, 2006

Na contramão


Será que é tão difícil achar o caminho certo? Por que não dizer o caminho da perfeição? Acho que estou ficando redundante. Isso não é bom. Redundância exagerada, tudo muito complicado. Às vezes acho que sou eu que complico demais as coisas. Mas também, não encontro uma resposta que seja convincente. Ou talvez, não encontro uma resposta que me agrade. O que é pior.
E como ver o mundo de outro jeito? Mudando de lugar, trocando os amigos, largando a família, o emprego? Acho que não. Uma mudança interior. Isso é piégas, mas é a mais pura verdade. Mudando conceitos.Pra mim é tão fácil aconselhar os outros, mas quando é comigo, não vejo saída. Isso tem nome? Burrice, talvez. Machuco pessoas que eu não queria, duvido de quem é sincero, olho para as pessoas erradas, escolho o caminho mais difícil, sigo pela rota mais longa. A vida é complicada assim mesmo ou eu que tenho sempre vontade de andar na contramão? Vontade não. Não tenho vontade de andar errante, pelo contrário. É mais forte do que eu. Quando vejo, tou fazendo tudo errado. A vida não é fácil, mas poderia ser menos difícil se eu não tivesse tanta vontade de querer coisas impossíveis. É possível ter amigos sinceros, um relacionamento amoroso baseado na verdade e, claro, no amor. É possível escolher o caminho mais fácil, mas nem sempre o mais curto. É preciso caminhar. Um dia chegamos lá.

5 comentários:

Anónimo disse...

I love your website. It has a lot of great pictures and is very informative.
»

Anónimo disse...

I find some information here.

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

I really enjoyed looking at your site, I found it very helpful indeed, keep up the good work.
»