quinta-feira, julho 06, 2006

Dois-me tanto...


Dois-me tanto amor... Pensar que te podes perder em braços estranhos, em corpos alheios tortura minha alma.
Tenho tanto medo que me substituas por uma outra essência que apareca na tua vida e que ocupe o meu lugar. Adquira a importância que eu por vezes tenho para ti...
Promete-me que vais tar sempre lá. Isso acalma minha alma.
Amo-te demasiado, demasiado para expressar por palavras então deixo que leias meu olhar...
Amo-te ...
Da sempre tua ...

2 comentários:

Anónimo disse...

Very best site. Keep working. Will return in the near future.
»

Anónimo disse...

I find some information here.