domingo, março 04, 2012

avassalador.


Decidi, enquanto passeava o corpo dolorido e cansado pelas inconstantes ruas da cidade em que me perco, colocar os meus sentimentos por ti em pausa. O coração estava exausto após demasiadas tentativas a fim de esquecer a tua existência em cada pensamento meu. A música que me acompanhava no silêncio que se colava ao término de mais um dia, entrava-me pelos ouvidos a uma velocidade vertiginosa e inundava o meu ser de som e letras sem sentido que, aos poucos e poucos, relembravam-me a tua voz e o teu olhar. Conformada com a tua presença em tudo o que me rodeia, ignorei as subtis mensagens que retiniam no meu amâgo. Afinal, não sou feita de fraquezas e o tempo sussurra-me constantemente que já passaram imensos segundos, minutos, horas, dias e anos desde que deliberaste abandonar-me. No entanto, as memórias acutilantes e tão presentes no meu intimo, fazem-me sentir como se tudo tivesse ocorrido ontem. Se me concentrar e olvidar o mundo que me rodeia mesmo contra a minha vontade, juro-te que ainda consigo sentir o teu toque quente e imcompreensível na minha pele fria, ouvir a tua voz a pronunciar o meu nome como mais ninguém foi capaz de o fazer, sentir uma felicidade extrema enquanto lentamente, deixava-te fazeres parte de mim. Pertence tudo ao passado, dizem-me variadas vozes, e eu pergunto quase incessantemente, será que é possível  esquecer um amor assim tão avassalador?

9 comentários:

Cath disse...

és magnífica em cada palavra. adoro ler-te.

TDelMona disse...

que bonito, tens o dom das palavras <3

Mariana disse...

Gosto e sigo :) Se quiseres segue de volta :D

Rute Maia disse...

Uma frase: Sou tua fã!

Cath disse...

eu é que me sinto repetitiva, mas vale a pena mostrar-te o grandioso valor das tuas palavras. parabéns, Vanessa.

catarina disse...

Cara seguidora,
Hoje estive a pensar e acho que vou privar o blog, é certo que muita gente o fez, porém eu tenho outras razões. não me sinto bem a expor a minha vida a pessoas que não pretendo.
Se estiver interessado a continuar a visitar o blog, tem de me dar o seu e-mail.
Teem 1 semana para me responder minha querida.

Márcia Lourenço disse...

esquecer um amor é uma das coisas que custa mais. deve-se aprender a estar sozinha a metade da quantidade de tempo que tiveram juntos. assim aprendes a sobreviver

anaf. * disse...

adorei o texto .
adorei a forma como escreves e juntas as palavras .

Mimi. disse...

Que delicia de texto. Adorei as tuas palavras.