terça-feira, dezembro 20, 2011

reflexo da lua.


Por vezes, sinto que existe um vácuo dentro de mim, um vazio que em determinados momentos queima-me viva. Carrego no semblante um peito que pesa e desgasta cada réstia de vontade, cada faísca de paixão que em certos momentos, forço o meu ser a sentir. Penso que se elevasses o meu coração até ao nível do teu  esculpido rosto e o colocasses bem encostado  ao teu ouvido, provavelmente conseguirias ouvir o oceano. Eu ainda acalento o sonho de um dia ser inteira. De não ir dormir a cada noite, esperando. Ainda assim, por vezes, quando o vento está quente ou os grilos cantam no exterior... Eu sonho com um amor que ficará a meu lado e perdurará no tempo. Apenas quero alguém que me ame. Quero ser notada. Talvez já tenha vivido a  minha quota de felicidade. Não quero acreditar, mas quem sabe, não existe alguém para mim. Somente  o reflexo da lua.

6 comentários:

Anastasie disse...

faço das minhas palavras as tuas linda, escreves maravilhosamente! e de nada, apenas achei que devia dizer algo :))

filipa disse...

obrigada doce, tambem sigo ♥

cláudia disse...

tu escreves de uma forma tão doce, adoro adoro *

Leonor disse...

gostei :)

- Tita * disse...

De nada linda *
o que achas-te o meu ultimo post ?

Edy. disse...

tão bonito, escreves tão bem. estou a seguir. a propósito, o título do blog está muito original.
beijinho. ♥