quarta-feira, dezembro 07, 2011

diariamente.


Eu sento-me diariamente a poucos metros de ti sem que consigas notar a minha presença. Perco-me, todos os dias um pouco em ti, enquanto o meu frio ser envolve a chávena de café. Entre olhares fugidios e sinais disfarçados, deixo-me no que vejo. E estou a pensar enquanto olho para ti, nesta timidez que não me deixa olhar claramente. As pupilas fogem-me para não encontrarem as tuas que, aliás, nem as procuram. As palavras voam de mim e mesmo que quisesse procurá-as no café quente que me foi servido sem um manual de instruções, sei que mergulharam bem fundo para que eu não as agarrasse. Têm medo, pavor até, que eu as use em ti e as gaste sem motivo. Pergunto-me se estão apenas a ser cautelosas ou se teriam alguma razão. E eu olho novamente para ti, na esperança que estejas a devolver-me o que subtilmente entrego-te. Caio nas incertezas que me transmites e não sei agora se consigo abandonar este sentimento. Escondes-te demasiado nesse mistério que és e eu continuo sentada, a poucos metros de ti enquanto esta dúvida ataca-me e martiriza-me. Diariamente.

11 comentários:

bruni disse...

"E eu olho novamente para ti, na esperança que estejas a devolver-me o que subtilmente entrego-te" ai , adoro princesa!

Rute Maia disse...

que fantástico! *o*

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

não tens que agradecer . tu escreves muito mas muito bem ^^

Abigail Lea disse...

adorei! esta lindo, mesmo!
e obrigada, volta sempre que quiseres serás muito bem vinda (:

Katherine Ashley disse...

Obrigada <3 também vou seguir o teu

catarina disse...

amo o teu blog querida !

Saraaaa * disse...

de nada princesa :)
é mesmo :s

Sila Pinto disse...

adorei, sigo (:

maria gabriella disse...

muito obrigada querida :)

alexandrapinto. disse...

que querida princesa! tbm te sigo*

cc disse...

gostei :)