quinta-feira, agosto 02, 2007

Esperar


... A certa altura da vida começamos a aprender
a esperar o tempo. A certa altura da vida o que
nos mata não são as horas. O que nos mata são
as palavras e a ausência de palavras.


... porque as palavras não te trazem de volta.

1 comentário:

Filipe Sequeira disse...

Desde que ao fim da tua espera consigas alcançar tao desejado fim, sabes que toda a tua espera valeu a pena e foi positiva no final, em contrapartida, há quem espere e desespere como eu desesperei ao ver partir e regressar a quem um dia amei. Todavia a partida era temporaria e quando ja estava em vias de virar aquela pagina da minha vida regressava, por isso, a tua espera será como a minha alcançada em tantas outras vezes.
Só que eu desta vez embora saiba que vai tentar voltar nao o vou permitir, agora no teu caso deixa voltar e não tenhas medo...