domingo, dezembro 04, 2011

descrição.



Oh, como explico isto? Foi como se uma tempestade se apoderasse de todos os meus sentidos e, numa ilha á deriva por entre as selvagens ondas, residisse a tua figura. Inundaste-me então, vendo-me desprotegida, a vontade de ser tua, num jogo psicológico que me devora todas as defesas. As investidas ruborizam-me as faces e, rendida, suplico que me faças tua. Um sorriso venenoso, um olhar abandonado e cativante, duas ou três palavras na medida certa. Reconheces-te nesta descrição e atreves-te a desbravar o desconhecido que sou eu?

6 comentários:

Anastasie disse...

adorei mesmo!

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

está lindo!

claire disse...

fantástico,é só isso

smoozie disse...

gostei (:

paula maria disse...

cada vez gosto mais de ler estes textos, são cada vez mais lindooos <3

Raqél Almeida disse...

Gostei do teu blog :) Estou a seguir **