sexta-feira, julho 28, 2006

Heterogenia


As palavras são dele. O sofrimento meu.

Sem comentários: