domingo, julho 23, 2006

Haunted


Assombrada pelos meus piores medos, é assim que vivo.
Penumbra mais negra que a cor do meu coração, escuridão infinita em que mergulhei.
Medo. Panico. Terror. Pavor.
Abandono a que me votaste.
E se o passado voltar a nos assombrar como sempre faz? E quando esse passado me pedir para te deixar?
Medo. Panico. Terror. Pavor.
Assombrada pelos meus piores medos outra vez.

2 comentários:

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

I like it! Good job. Go on.
»