quarta-feira, novembro 02, 2011

Eterno (independentemente de tudo)


Os nossos primeiros olhares, a primeira troca de palavras,o primeiro beijo. A primeira mensagem de texto e a primeira conversa séria. Nunca esquecerei. Nunca vou esquecer os sentimentos e como tudo era perfeito. Podiamos passar acordados noites a falar sobre tudo e sobre nada até ao nascer do dia, podiamos passar horas ao telefone até se esgotarem todas as palavras e podiamos deixar-nos ficar durante intermináveis momentos e apenas fixarmo-nos nos olhos um do outro sem dizer absolutamente nada. Era amor. Era amor verdadeiro.
Tornamo-nos cada vez mais intimos e, quando eu pensava que nada poderia ser mais perfeito, sussurrou-me ao ouvido as duas palavras mais bonitas que alguma vez ouvi. Sibilou, em tons de encarnado, "Eu amo-te" com uma lágrima nascente no olhar e disse-me que nunca pensou sentir algo assim por alguem. Foi o melhor momento da minha vida. Eu estava apaixonada. Eu estava perdidamente apaixonada.
Falámos sobre como seria o nosso apartamento,qual seria o nome do nosso primeiro filho e em como teriamos um cãozinho. Depois, rimos durante horas por causa do que tinhamos acabado de dizer. Falámos sobre todas as coisas, rimos e chorámos mas fizemos tudo em conjunto. Assim era a minha vida. Tu eras a minha vida. Eras o melhor namorado possivel e nada teria o mesmo significado se não estivesses na minha vida. Se necessário, iria á lua, daria á volta ao mundo e contaria todas as estrelas apenas por me pedires.
Tu e eu, éramos tão semelhantes e, no entanto, tão diferentes.Tinhamos algo que outras pessoas apenas sonhavam ter. Todos os momentos em que recebia uma mensagem escrita tua, o meu coração parava por segundos e de cada vez que via uma chamada tua, um sorriso apoderava-se, quase de imediato, dos meus lábios. Tu eras meu.
Mas... a situação mudou drasticamente. Não consigo recordar quantas noites passei sem conseguir adormecer ou quantas lágrimas escorreram pela minha face. Não me é possivel precisar em quantos pedaços de vidro o meu coração foi partido ou em quantos momentos tudo me pareceu vazio, sem sentido algum. Amaste-me tanto e, ainda assim, conseguiste magoar-me e quebrar-me na mesma medida. Nunca pensei que,um dia, chegássemos a um ponto da nossa relação em que não nos fosse permitido viver com ou sem a outra parte. Agora, neste impasse sem fuga possivel, não conseguimos distinguir o certo do errado. Apenas sei que amar-te-ei eternamente, independentemente de tudo.

9 comentários:

MARTA PEREZ Ҩ disse...

obrigada. sigo também :) *

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

está lindo. e é verdade, a vida faz-nos muitas surpresas, pena muitas delas, serem negativas.

Liliana Martins disse...

obrigada, sigo também :)

Scarlett Benevides disse...

Que texto perfeito.
Ameeeei demais.
Sinceramente, parece que foi escrito pra mim. *--*

Muitas meninas passam por isso, neh.

Amei o blog. Estou seguindo.
Passa no meu?

http://noscontosdefada.blogspot.com/

Beijo :*

máafs. disse...

obrigada *-*
gosto muito (:

Andreia' disse...

Obrigada querida! (:
Sigo também *-*

Vanessa Kiekeben disse...

obrigada meninas :) As vossas palavras inspiram-me a escrever mais e, quem sabe, melhor :D

soraiacfontes disse...

podes dizer-me como põe aquele like do facebook, sff? :s

Vanessa Kiekeben disse...

Soraia, segui as instruções desta link :) Espero que ajude ;)

http://maistutoriais.com/web/adicionar-um-botao-de-like-do-facebook-ao-blogger-blogspot/