segunda-feira, dezembro 11, 2006

No meu coração anoitece mais cedo...


Hoje vai anoitecer mais cedo no meu coração, as estrelas vão esconder-se, a noite vai cair a meus pés, as lágrimas vão ecoar sem rumo certo com medo do amanhã. Hoje vou chover em gotas o meu ser, vou pisar as pegadas que ninguém pisou, vou molhar-me nos charcos negros da minha solidão, vou gritar, vou adormecer, caída no caminho que não encontro lúcida…

Hoje a minha loucura vai percorrer o mar em vertigem, pausadamente, solenemente, vou deixar-me espremer de dor para que as gotas de chovam na face, pode ser que assim finalmente te dês conta da falta que me fazes… Não te quero a ti, não mais te hei-de querer mas quero apenas um espaço em branco onde conseguir permanecer sem olhar para trás, sem riscar as pegadas que piso, sem rasgar as folhas onde as palavras escritas à pressa são o meu desabafo...

Hoje vai anoitecer mais cedo no meu coração, como é que eu sei se é cedo ou não? Ao tempo não posso perguntar, não é meu amigo…

Sem comentários: