quinta-feira, julho 06, 2006

Morreste-me


Morreste em mim. E fizeste-o tão sorrateiramente que nem me apercebi...
Foi na calada da noite que, por meio de uma desculpa banal, me deixaste a um acaso cruel.
Foste e continuarás a ir sempre que eu te peça para ficar. Porque os meus pedidos te massacram, e o meu choro de menina perdida soa-te a lamentos inuteis.
Perdi os sonhos quando descansei para chorar. Perdi-os, confesso. Desculpa. Matei-os para que não me deixem querer ser feliz. Não posso ser feliz...
É inevitável afastar de mim quem faz parte da minha vida. Perco-me de quem amo por causa de uma depêndencia feroz...
E mataste-me. Incendiaste meu coração com chamas de cetim. Estrangulaste aquilo que eu acreditava sentires por mim com fitas de cordas por dedilhar. E foste (és) mórbido, revelaste com o olhar tudo o que não queriamos saber...
E sinto raiva sempre que te encontras no abismo de mim. Queres voltar a saltar. Queres sentir o vento, saber como é voar... E quando bateres no fundo do precipicio?
Os teus medos são os meus. Porque vamos te perder simultaneamente. Porque o teu rosto assombra todos os meus sonhos e não me deixa dormir. Porque mesmo que jamais voltemos a falar, a eternidade pertence-nos...
A tua alma é minha, independentemente de saber que o corpo e o coração não o são...
Estou tão farta de mim, suprimida pelos meus medos infantis. E se quiseres ir embora, simplesmente vai, sem me pedires licenca porque assim, a tua presença perturba-me e não me deixa em paz...
Esta dor é demasiado profunda e o tempo não a apagará... Quando choraste, fui eu que limpei tuas lágrimas de sangue e sabes que independentemente de tudo, eu (não) estarei lá...
Afastei de ti todos os teus medos, estive lá sempre, mas mesmo assim, continuas a não me ouvir...
Costumavas me cativar pelos teus mistérios ressonantes, agora estou presa pela minha vida que deixaste para trás...
Eu tentei tantas vezes dizer a mim mesma que já não fazes parte da minha vida, mas embora ainda estejas comigo, sempre estive sozinha...

2 comentários:

Anónimo disse...

Looks nice! Awesome content. Good job guys.
»

Anónimo disse...

I find some information here.