domingo, maio 14, 2006

Saudade


Encontro-me novamente sozinha, por entre multidões mas sem a tua presença que me aquece e conforta a alma..
Tens no olhar o significado para mil sorrisos e é isso que faz de ti alguém tão especial!
Calo-me quando mais preciso de te falar ao coração por temer ser demasiado cedo e arruinar o que poderia suceder.
A transparência do esquecimento tão latente em minha vida entristece-me e assusta-me... não quero que te esqueças daquilo que significas para mim! Esqueces-te inumeras vezes de mim através de pequenos actos, palavras que cortam e dilaceram o meu frágil ser, sensivel pelo que nutre por ti!
Abandonas-me por entre recordações de tempos passados que continuam a te atormentar a alma e te fazem chorar no vazio do teu quarto, enquanto pensas no que poderias ter evitado... como poderias ser feliz!
Todos os momentos grito num dialecto que só tu poderias ouvir, mas creio que não o ouves ou pretendes que te passe ao lado... Gritos que ecoam no vazio da minha vida, quiçá também ela desprovida de tudo!
Rejubilaria se pudesse dizer-te tudo aquilo que se detem na minha garganta... será que o vês no meu triste olhar? É uma das formas que encontro para comunicar contigo! Talvez seja a melhor maneira...
Não queria perder de mim aquilo que sinto por ti... o tempo é meu inimigo quando estou longe de ti porque passa devagar e obstrui-me quando estou contigo, pois passa de maneira fugaz por mim...
Ouve com atenção as gotas de chuva a cair, elas sussuram teu nome, em tom de lamúria e desespero...
Adoro-te com "a" de amor...

3 comentários:

Anónimo disse...

I say briefly: Best! Useful information. Good job guys.
»

Anónimo disse...

Great site lots of usefull infomation here.
»

Anónimo disse...

I find some information here.