segunda-feira, maio 29, 2006

Palavras perdidas num mundo a preto e branco


Perco-me em brancos e pretos, em cinzentos que me perturbam a alma. Hoje já não quero azuis, amarelos ou vermelhos, quero apenas o prateado ferrugento de sentimentos verdadeiros. Coisas que nunca saberei se tens. Só corres atrás da vergonha em que me escondo por ter medo de te mostrar as minhas próprias cores.
É assim que me pinto perante ti e é assim que me mostrarei apesar da insegurança que me trazes com as tuas telas de pintor sonhador, com as tuas atitudes e formas de estar.
E hoje fico-me a olhar o meu ceú, o ceú que infelizmente será só meu e nunca teu.
Quando um sorriso disfarça uma lágrima, uma lágrima que significa sorrisos e gargalhadas esfusiantes ...

3 comentários:

Anónimo disse...

Hallo I absolutely adore your site. You have beautiful graphics I have ever seen.
»

Anónimo disse...

Hey what a great site keep up the work its excellent.
»

Anónimo disse...

I find some information here.